>
Olá, seja muito bem-vindo a esse ambiente! Espero que ele possa atender suas expectativas!

terça-feira, 1 de novembro de 2011

Telas flexíveis: finalmente OLEDs plásticos de alta eficiência

Observe as duas fileiras de OLEDs acesos, que alcançaram a maior eficiência já obtida em um material plástico.
[Imagem: University of Toronto]

OLED plástico
Pesquisadores canadenses desenvolveram o mais eficiente LED orgânico (OLED) já construído sobre um substrato plástico.
Essas minúsculas lâmpadas flexíveis são promissoras para praticamente tudo, das telas flexíveis à iluminação de ambientes.
Vários celulares e leitores de livros eletrônicos já utilizam telas de OLEDs.
Estes equipamentos, contudo, ainda não conseguiram tirar proveito de uma das maiores vantagens dos OLEDs, que é sua flexibilidade.
Isto porque os LEDs orgânicos com desempenho aceitável ainda são fabricados em substratos de vidro dopados com metais pesados, o que necessário para aumentar seu brilho e sua eficiência.
OLED plástico de alta eficiência
Zhibin Wang e Michael Helander, da Universidade de Toronto, agora demonstraram os primeiros OLEDs de alta eficiência fabricados sobre plástico.
Em vez de utilizar um substrato inteiro feito com um material com alto índice de refração para canalizar a luz para fora, os pesquisadores inseriram uma fina camada entre o substrato e o OLED.
Esta camada de alto índice, feita de pentóxido de tântalo (Ta2O5), e com algo entre 50 e 100 nanômetros de espessura, apresentou praticamente o mesmo efeito que a técnica tradicional com vidro.
Seus protótipos alcançaram uma eficiência quântica máxima de 63% para a luz verde, e um nível sustentável de 60% a 10.000 candelas por metro-2 - um recorde mundial.
Isto é muito próximo dos OLEDs em bases de vidro já presentes no mercado, o que abre a perspectiva para a fabricação de telas flexíveis a curto prazo.
Além disso de ser mais barato, o material plástico pode ser mais facilmente fabricado em formatos variados.
Então, não se impressione se, em um futuro próximo, você começar a perceber que as telas não precisam ser sempre quadradas ou retangulares.
Fonte: Inovação Tecnológica
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Com seus comentários, você ajuda a construir esse ambiente. Sempre que opinar sobre as postagens, procure respeitar a opinião do outro.

Muito obrigado por participar de nosso Blog!

Abraços!

Visitantes no Globo

On line

Total de visualizações

Arquivo do blog

Mais visualizadas do mês

Seguidores