>
Olá, seja muito bem-vindo a esse ambiente! Espero que ele possa atender suas expectativas!

quinta-feira, 19 de janeiro de 2012

Tecnologia de Avatar vai monitorar operários nas fábricas


Os sensores inerciais são montados em grandes luvas, que são vestidas pelo funcionário, não atrapalhando seus movimentos.
[Imagem: Lintje GbR]

Tempos ultra-modernos
Como Charles Chaplin imortalizou no filme Tempos Modernos, trabalhadores fabris devem respeitar tempos estritos - e, via de regra, muito estreitos.
Desde Taylor e sua "administração científica", os gerentes vêm medindo o tempo necessário para que um operário execute cada tarefa usando um cronômetro e uma prancheta.
Agora, em uma aplicação que faria Chaplin sentir-se em férias em sua fábrica, engenheiros alemães estão empregando as mais modernas tecnologias usadas para a realização de filmes digitais para monitorar os empregados com precisão de milésimos de segundo.
Dependendo da tarefa, os operários podem vestir as mesmas roupas repletas de sensores que as estrelas de filmes como Avatar.
Mas Martin Woitag e seus colegas afirmam ser suficiente usar três sensores colados na manga do uniforme de um operário para monitorar com precisão a maioria das tarefas.
Taylorismo digital
Os sensores gravam automaticamente os movimentos da mão e do braço, medindo com precisão o início e o fim de ações individuais como, por exemplo, alcançar uma peça, pegar uma peça ou ferramenta, configurar um aparelho, girar ou manipular a ferramenta, e até o ato de soltar a peça ou ferramenta.
"O método atual do cronômetro permite que um gerente de processos monitore no máximo cinco indivíduos ao mesmo tempo, dependendo da situação. Nossa solução torna possível registrar tempos simultaneamente, mesmo em diferentes locais, sem a necessidade de trabalhos adicionais. A maior precisão e a maior objetividade do novo sistema são cruciais," justifica Woitag.
Sensores inerciais
O taylorismo à la século 21 tira proveito dos sensores inerciais que revolucionaram não apenas os filmes, mas também os videogames, e já equipam grande parte dos smartphones e tablets.
Eles medem a aceleração e a velocidade angular dos braços e das mãos nos eixos X, Y e Z.
Ao contrário de outros sistemas de rastreamento de movimento, como os baseados em GPS, o sistema de medição inercial não exige qualquer infraestrutura para funcionar - os sensores inerciais detectam a posição do objeto no espaço de forma independente.
Um programa rodando em um PC completa o sistema. O software calcula e reconstrói as sequências de movimento com base nos dados dos diversos sensores.
O próprio programa quebra os processos em segmentos de movimento e verifica os tempos necessários para a realização de cada um.
Ergonomia
Na próxima etapa do trabalho, os pesquisadores pretendem configurar o sistema também para analisar operações de montagem durante as quais os trabalhadores precisam se mover ou andar.
Eles também planejam usar os sensores para detectar a postura e, assim, analisar ergonomia no trabalho.
Fonte: Inovação Tecnológica
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Com seus comentários, você ajuda a construir esse ambiente. Sempre que opinar sobre as postagens, procure respeitar a opinião do outro.

Muito obrigado por participar de nosso Blog!

Abraços!

Visitantes no Globo

On line

Total de visualizações

Arquivo do blog

Mais visualizadas do mês

Seguidores