>
Olá, seja muito bem-vindo a esse ambiente! Espero que ele possa atender suas expectativas!

quinta-feira, 12 de abril de 2012

Astrônomo quer encontrar ETs rastreando seus lasers

Os telescópios terrestres já usam lasers para criar "estrelas artificiais" para compensar a turbulência da atmosfera terrestre. O maior telescópio do mundo terá quatro desses feixes denunciando nossa presença para qualquer ET atento o suficiente.[Imagem: ESO/L. Calçada]
Moradores de exoplanetas

O astrônomo Geoff Marcy é um dos líderes das buscas por exoplanetas.

Ele ajudou a encontrar o primeiro sistema planetário semelhante ao nosso, chocou a própria comunidade astronômica ao descobrir dois planetas na mesma órbita e, entre outras peripécias, participou do anúncio de que o Universo está repleto de outras Terras.

Agora, depois de tanto sucesso, ele decidiu parar de procurar por planetas e decidiu procurar por moradores de exoplanetas - ETs, homenzinhos verdes, ou o nome que você preferir.

Marcy está migrando para um projeto que há muito poucos anos era ridicularizado em todas as reuniões das grandes sociedades astronômicas acadêmicas: o Projeto SETI (Search for ExtraTerrestrial Intelligence, ou busca por inteligência extraterrestre).

Comunicação por laser

Os cientistas do projeto SETI vêm tentando ouvir os ETs há anos, rastreando frequências de rádio em busca de transmissões alienígenas.

Marcy vai entrar no time com uma proposta um pouco diferente: segundo ele, os ETs mais adiantados do Universo não devem estar se comunicando por rádio, porque isso seria um desperdício de energia.

Para ele, os ETs se comunicam usando raios laser.E, com sorte, arrisca ele, poderemos capturar algumas dessas transmissões.

"Lasers são uma opção lógica porque você pode manter um nível de privacidade restringindo seu laser a um feixe estreito o suficiente para que ele alcance uma espaçonave ou uma civilização que esteja em uma estrela a três anos-luz de distância. Sem mencionar que você economiza energia. Para que disseminar energia para todos os lados como um transmissor de rádio?" comenta ele.

"Eles sabem que estamos aqui"

Para o astrônomo, se, assim como há mais planetas que estrelas na Via Láctea, esse lado do Universo estiver repleto de vida, deve haver lasers brilhando para todos os lados - e pode ser que consigamos detectar alguns deles.

"Além disso, alguns alienígenas podem estar tentando se comunicar conosco. Talvez eles estejam literalmente apontando seus lasers para nós, e nós simplesmente não estamos olhando," afirma Marcy.

"Em um ou dois séculos, nós humanos teremos telescópios caçadores de planetas com espelhos espalhados daqui até Júpiter, dando-nos uma resolução angular tal que nos permitirá [...] fotografar continentes em outros planetas. Nós não podemos fazer isto ainda, mas os alienígenas já podem fazer isso, ou seja, eles já sabem que nós estamos aqui," afirma.

Fonte: Inovação Tecnológica
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Com seus comentários, você ajuda a construir esse ambiente. Sempre que opinar sobre as postagens, procure respeitar a opinião do outro.

Muito obrigado por participar de nosso Blog!

Abraços!

Visitantes no Globo

On line

Total de visualizações

Arquivo do blog

Mais visualizadas do mês

Seguidores