>
Olá, seja muito bem-vindo a esse ambiente! Espero que ele possa atender suas expectativas!

segunda-feira, 17 de setembro de 2012

ENEM 2011 - Sobre o vaso sanitário

Um tipo de vaso sanitário que vem substituindo as válvulas de descarga está esquematizado na figura. Ao acionar a alavanca, toda a água do tanque é escoada e aumenta o nível no vaso, até cobrir o sifão. De acordo com o Teorema de Stevin, quanto maior a profundidade, maior a pressão. Assim, a água desce levando os rejeitos até o sistema de esgoto. A válvula da caixa de descarga se fecha e ocorre o seu enchimento. Em relação às válvulas de descarga, esse tipo de sistema proporciona maior economia de água.

A característica de funcionamento que garante essa economia é devida
a) à altura do sifão de água.
b) ao volume do tanque de água.
c) à altura do nível de água no vaso.
d) ao diâmetro do distribuidor de água.
e) à eficiência da válvula de enchimento do tanque.

Resolução nos comentários da postagem
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

11 comentários:

  1. De acordo com a Lei de Stevin, a pressão hidrostática da água é proporcional à altura da água, não dependendo da quantidade (volume) de
    água.
    Portanto, a característica de funcionamento que é responsável pela economia de água é o volume de água no tanque.

    ALTERNATIVA: B

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Professor Paulo a questão pergunta porque o sistema garante uma economia de água mas pode deixar muitas pessoas com dúvida porque se pensarmos em um volume (largura x altura) Onde as dimensões da largura Sejam muito superiores a da altura teríamos pouca pressão no vaso podendo não ser tão econômico devido a pouca eficiência.

      Excluir
    2. *(Largura × altura x profundidade)

      Excluir
  2. Ahhh, agora entendi.. Eh como se o tanque fosse estreito e comprido(verticalmente), logo a pressão ao dar descarga será a mesma de uma pressão se o tanque fosse largo e tivesse mais volume de água descendo, não eh mesmo? A burra da Veja explicou tudo errado. Falou que era pq o tempo de descarga seria definido nesse novo sistema, enquanto que no antigo era o tempo que a gente ficasse apertando... Nada a ver com a resolução do problema. Ainda bem que existe o prof.Paulo! =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsrs...
      Nem tanto! Mas fico feliz em poder ajudar!
      Abraços!

      Ps. Próxima vez identifique-se para melhor conversarmos!

      Excluir
    2. Ainda bem sim! Ja tinha visto duas explicações distintas para esse problema e não entendi nenhuma delas, agora finalmente entendi! Obrigada!

      Excluir
  3. Foi o que o anônimo falou: como o volume não importa em termos de pressão (que é a responsável por fazer os detritos descerem), então o novo vaso sanitário usa um menor volume de água, mas com a mesma altura, pra que apesar de não alterar a pressão, use-se menos água.
    É isso mesmo? Acho que finalmente entendi! Obrigado prof :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente Carol. Muito obrigado por participar de nosso ambiente.

      Abraço.

      Excluir
  4. reduzindo a altura do sifão não iria precisar de menos água não?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não, Diego. Apenas reduziria a quantidade de água no vaso, mas não na caixa de descarga. Obrigado pela participação.

      Excluir

Com seus comentários, você ajuda a construir esse ambiente. Sempre que opinar sobre as postagens, procure respeitar a opinião do outro.

Muito obrigado por participar de nosso Blog!

Abraços!

Visitantes no Globo

On line

Total de visualizações

Arquivo do blog

Mais visualizadas do mês

Seguidores