>
Olá, seja muito bem-vindo a esse ambiente! Espero que ele possa atender suas expectativas!

sábado, 3 de novembro de 2012

Enem começa neste sábado com mais de 5,7 milhões de candidatos

Imagem: G1
A edição de 2012 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) começa às 13h deste sábado (3), no horário de Brasília. Com um custo total do governo de R$ 266 milhões, o equivalente a R$ 46 por candidato, a prova tem mais de 5,7 milhões de inscritos e será aplicada em 15.076 endereços de 1.615 municípios brasileiros.
Neste primeiro dia de provas, os candidatos terão no mínimo duas e no máximo quatro horas e meia para responder a 90 questões de múltipla escolha, sendo 45 de ciências humanas e 45 ciências da natureza. O domingo (4) é o dia das provas de linguagens e códigos, matemática e redação, com duração total de cinco horas e meia.
Chegue cedo
O Inep recomenda que os candidatos cheguem ao local de prova ao meio-dia (horário de Brasília). É obrigatória a apresentação de documento de identificação original com foto para a realização das provas. Quem não tiver o documento deverá apresentar boletim de ocorrência emitido no máximo 90 dias antes da data da prova e se submeter a uma identificação especial e preenchimento de formulário próprio.
Os candidatos só poderão usar caneta esferográfica de material transparente e tinta preta para preencher o cartão-resposta e escrever a redação. Outros objetos, como canetas de outra cor, lápis e borracha, relógio, eletrônicos, bonés e chapéus, são de uso proibido. O Inep, porém, permite que os candidatos levem consigo água e comida para consumir durante a prova.
Fique atento
De acordo com o edital do Enem, é responsabilidade do participante ler e conferir os dados registrados nos cartões-resposta, na folha de redação, na lista de presença e nos demais documentos do exame. O participante também deve marcar no cartão-resposta a cor do caderno de questões e transcrever a frase apresentada na capa do caderno de questões. Se os números estiverem incorretos, você deve avisar o chefe de sala.
Números
As provas impressas, segundo Mercadante, foram distribuídas em mais de 48 mil malotes por 2.200 veículos que percorreram 9.788 rotas em todo o Brasil. Segundo o ministro, 35% dessas cidades estão na Região Nordeste e 29% na Região Sudeste. "O Enem hoje é o segundo maior exame do planeta", afirmou.
Imagem: G1
Nesta edição, as mulheres serão maioria nas salas de provas. No total, 5.791.290 pessoas se inscreveram para fazer o Enem, sendo 2.374.855 (41%) homens e 3.416.435 (59%) mulheres. Os números mostram ainda que 54% dos inscritos se autodeclararam pretos, pardos ou indígenas. Além disso, 41,8% se autodeclaram brancos e 2,3%, amarelos.
A maior parte dos inscritos está no Sudeste (36,6%) e no Nordeste (31,5%). A Região Sul, Norte e Centro-Oeste concentram, respectivamente, 12,7%, 10,2% e 9% do total de candidatos.
Os gabaritos das provas objetivas serão divulgados no site http://www.inep.gov.br/enem no dia 7 de novembro. Os candidatos poderão acessar os resultados individuais do Enem 2012 a partir de 28 de dezembro, mediante inserção do número de inscrição e senha ou CPF e senha no endereço eletrônico http://sistemasenem2.inep.gov.br.
Usos do Enem
Eles se inscreveram no exame por vários motivos: a grande maioria pretende usar a nota para tentar uma vaga em instituições de ensino superior --seja pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que reúne a maior parte das vagas nas universidades federais ou por vestibulares mistos de outras instituições públicas e particulares.
Mas pelo menos 638 mil candidatos devem sentar nas carteiras e responder às questões para tentar conseguir o certificado de conclusão do ensino médio, oferecido pelo MEC por meio das secretarias estaduais de educação. O número de candidatos nessa situação mais que triplicou desde 2009, quando 197 mil pessoas com mais de 18 anos que não haviam concluído o ensino médio fizeram o Enem para tentar a pontuação mínima e receber o certificado.
Uma nota alta no Enem também pode garantir, mesmo para quem já está matriculado em uma instituição privada, uma bolsa de estudos parcial ou integral por meio do Programa Universidade para Todos (Prouni). O exame também é requisito para quem quer um contrato de financiamento por meio do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).
Candidatos ao programa Ciência sem Fronteiras, que já deu mais de 17 mil bolsas de intercâmbio para universitários brasileiros em instituições de diversos países, também precisam tirar no mínimo uma média final de 600 pontos no Enem para poderem concorrer a uma das vagas.
Fonte: G1  
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Com seus comentários, você ajuda a construir esse ambiente. Sempre que opinar sobre as postagens, procure respeitar a opinião do outro.

Muito obrigado por participar de nosso Blog!

Abraços!

Visitantes no Globo

On line

Total de visualizações

Arquivo do blog

Mais visualizadas do mês

Seguidores