>
Olá, seja muito bem-vindo a esse ambiente! Espero que ele possa atender suas expectativas!

sábado, 23 de março de 2013

Brasileiros querem encontrar nova Física no LHC 2.0

Os dados mais recentes mostraram que a partícula descoberta no LHC é "um" bóson de Higgs, mas não "o" bóson previsto pelo Dr. Peter Higgs em 1964. [Imagem: Claudia Marcelloni/CERN]
LHC 2.0

Após concluir, em dezembro, a primeira fase de grandes testes experimentais à procura de partículas elementares, o LHC (Grande Colisor de Hádrons), d Organização Europeia para Pesquisa Nuclear (CERN), na Suíça, só voltará a realizar esse tipo de experimento em 2015 - quando será aumentada a intensidade dos feixes de raios de prótons e a energia no centro de massa do maior acelerador de partículas do mundo.

Durante o intervalo de dois anos, no entanto, a comunidade internacional de físicos teóricos desenvolverá uma série de modelos numéricos e simulações para prever os tipos de fenômenos que deverão ser observados experimentalmente nos detectores de partículas do LHC a partir de 2015.

Um grupo de pesquisadores do Instituto de Física da Universidade de São Paulo (USP), por exemplo, iniciou um projeto de pesquisa para procurar, na nova rodada de experimentos do LHC, sinais de uma nova Física, além do chamado "Modelo Padrão" - teoria construída nos últimos 50 anos que descreve as interações forte, fraca e eletromagnética das partículas fundamentais que constituem toda a matéria.

"Os próximos dois anos serão muitos intensos, tanto na teoria como na simulação, para que em 2015, quando o LHC retomar os experimentos com prótons com maior intensidade e energia, nós já tenhamos nossas previsões concluídas, de modo que os físicos experimentais possam procurar pela nova Física além do Modelo Padrão", disse Gustavo Alberto Burdman, professor do IF e coordenador do projeto.

Burdman fez parte de uma equipe brasileira que criou uma técnica para detectar partículas cósmicas exóticas.

De acordo com o pesquisador, com a descoberta de um bóson de Higgs (partícula subatômica hipotética, postulada em 1964 pelo físico britânico Peter Higgs), se presumiu que o Modelo Padrão da física de partículas teria sido completamente validado.

A teoria do Modelo Padrão e do próprio bóson de Higgs apresentam, contudo, lacunas, segundo Burdman, que levam os físicos teóricos e experimentais a considerar a possibilidade de que exista Física além dela.

"O fato de o bóson de Higgs ter severos problemas de estabilidade e o Modelo Padrão não incluir determinadas partículas que observamos nos levam a acreditar que existe uma nova Física na escala que está sendo estudada pelo LHC", disse Burdman.

"O aumento da intensidade dos feixes de raios de prótons e da energia nos testes que serão realizados a partir de 2015 no colisor vão nos permitir procurar por essa Física além do Modelo Padrão", afirmou.

Fonte: Inovação Tecnológica

Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Com seus comentários, você ajuda a construir esse ambiente. Sempre que opinar sobre as postagens, procure respeitar a opinião do outro.

Muito obrigado por participar de nosso Blog!

Abraços!

Visitantes no Globo

On line

Total de visualizações

Arquivo do blog

Mais visualizadas do mês

Seguidores