>
Olá, seja muito bem-vindo a esse ambiente! Espero que ele possa atender suas expectativas!

quarta-feira, 4 de dezembro de 2013

Físicos descobrem como fazer cosméticos que mudam a cor da pele

Pesquisadores afirmam ter descoberto uma forma para fazer com que os cosméticos possam mudar a cor da pele.

O Dr. Robert Alfano e seus colegas da Universidade da Cidade de Nova Iorque (EUA) patentearam uma técnica para a aplicação de princípios quânticos e ópticos nas formulações cosméticas.

Segundo eles, isso é suficiente para alterar a percepção que se tem da cor da pele de uma pessoa apenas aplicando uma camada de cosmético.
Uma pele amarelada pode parecer branca se for coberta com uma preparação que lhe permita dispersar a luz azul tanto bem quanto a luz amarela. [Imagem: CCNY]
Como ficar mais branco

A forma como percebemos as cores é determinada pelo modo como o objeto - o rosto de uma pessoa, por exemplo - espalha e reflete a luz que incide sobre ele.

"Se você compreender as propriedades físicas da luz, você pode usar essas propriedades para alterar a percepção da cor. Nós todos sabemos que vermelho, verde e azul [misturados] dão branco," disse o Dr. Alfano.

Assim, uma pele amarelada pode parecer branca se for coberta com uma preparação que lhe permita dispersar a luz azul tanto bem quanto a luz amarela.

De acordo com o resumo da patente, a aplicação principal do método será para alterar a aparência da cor facial de vermelho, azul ou verde para o branco.

Isso certamente limitará a aplicação da técnica, uma vez que há muito mais pessoas tentando ficar morenas do que ficar brancas.

Contudo, dizem os pesquisadores, muitas vezes esses tons de pele resultam de condições médicas.

Por exemplo, a cianose, ou privação de oxigênio para o tecido próximo à pele, pode fazer a pele parecer azulada. Além disso, muitas pessoas desenvolvem a rosácea, que faz com que a pele fique avermelhada à medida que envelhecem.

Nanopartículas

O segredo da manipulação das cores está na nanotecnologia.

"Selecionando o tamanho e os materiais das partículas usadas nas preparações cosméticas e aplicando as preparações para a pele, a dispersão e ou a emissão das micropartículas e nanopartículas pode fornecer uma cor complementar, ou próxima à cor complementar da cor da pele," dizem os pesquisadores.

"A mistura da cor fornecida pelas partículas e a reflexão da cor da pele irão branquear a pele para tornar imperceptível a porção hipercrômica (mais absorção de luz) da pele," completam.

Segundo eles, a técnica poderá ser aplicada a outros produtos em que as partículas são aplicadas a uma superfície ou misturadas com outro material, incluindo tintas e vidros coloridos.

Fonte: Diário da Saúde
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Com seus comentários, você ajuda a construir esse ambiente. Sempre que opinar sobre as postagens, procure respeitar a opinião do outro.

Muito obrigado por participar de nosso Blog!

Abraços!

Visitantes no Globo

On line

Total de visualizações

Arquivo do blog

Mais visualizadas do mês

Seguidores