>
Olá, seja muito bem-vindo a esse ambiente! Espero que ele possa atender suas expectativas!

quinta-feira, 9 de outubro de 2014

Amendoins torrados causam mais alergia

Os animais expostos às proteínas dos amendoins torrados apresentaram respostas imunológicas grandemente aumentadas na próxima ingestão do alimento de qualquer tipo.[Imagem: Oxford University]
Amendoins torrados são mais propensos a desencadear alergias do que amendoins crus.
Esta conclusão é da equipe do professor Quentin Sattentau, da Universidade de Oxford (Reino Unido) e foi publicada noJournal of Allergy and Clinical Immunology.
Alergia a amendoim
Embora a ingestão de amendoins in natura levante sua própria dose de preocupações, os pesquisadores afirmam que as mudanças químicas específicas causadas pelas elevadas temperaturas do processo de torrefação a seco são reconhecidas pelo sistema imunológico.
Isto leva o corpo a detonar uma resposta alérgica da próxima vez que detecta a ingestão de qualquer tipo de amendoim.
Os pesquisadores afirmam que os resultados de seus estudos, feitos em camundongos, podem explicar a diferença no número de pessoas com alergia a amendoim no mundo ocidental, em comparação com as populações do Leste da Ásia.
No Ocidente, onde amendoins torrados e secos são comuns, existem muito mais pessoas com alergia a amendoim do que no Oriente, onde os amendoins são mais frequentemente consumidos crus, cozidos ou fritos.
O número de pessoas com outras alergias alimentares não mostra essa diferença entre as duas regiões.
Proteínas do amendoim torrado
Os pesquisadores purificaram proteínas a partir de amendoins torrados e de amendoins crus e introduziram essas proteínas na alimentação dos camundongos.
Os animais expostos às proteínas dos amendoins torrados apresentaram respostas imunológicas grandemente aumentadas na próxima ingestão do alimento de qualquer tipo.
"Acreditamos ter identificado as modificações químicas envolvidas no desencadeamento de uma resposta alérgica a amendoins, e estamos atualmente estudando métodos para eliminar esses grupos [proteicos] que sejam passíveis de adoção pela indústria de alimentos," diz a equipe.
Fonte: Diário da Saúde
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Com seus comentários, você ajuda a construir esse ambiente. Sempre que opinar sobre as postagens, procure respeitar a opinião do outro.

Muito obrigado por participar de nosso Blog!

Abraços!

Visitantes no Globo

On line

Total de visualizações

Arquivo do blog

Mais visualizadas do mês

Seguidores