Constelação a 4 mil anos-luz da Terra é detalhada por telescópio chileno

Imagem obtida pelo ESO mostra a constelação austral do altar, que está a 4 mil anos-luz da Terra. (Foto: Divulgação/ESO)
Uma nova imagem da constelação austral do altar, que está a 4 mil anos-luz da Terra, foi divulgada quanta-feira passada pelo Observatório Europeu do Sul, o ESO. A imagem foi obtida pelo telescópio de rastreamento VLT Survey, instalado no Observatório do Paranal, no Chile.

De acordo com o ESO, a foto mostra a vista mais detalhada até hoje dessa parte do céu. A fotografia foi feita a partir da reunião de 500 imagens individuais.

O ESO explica, através de comunicado divulgado no site da instituição, que no centro da foto é possível ver o aglomerado estelar aberto NGC 6193, que contém cerca de 30 estrelas brilhantes.
Com informações de: G1.com/cienciaesaude

Postar um comentário

0 Comentários