>
Olá, seja muito bem-vindo a esse ambiente! Espero que ele possa atender suas expectativas!

domingo, 18 de setembro de 2016

Carne vermelha todo dia faz mal? Mas que mal especificamente?

churrasco apresenta riscos adicionais devido aos elementos mutagênicos criados durante o preparo. E as carnes industrializadas são cancerígenas, segundo a OMS.[Imagem: Heather Luis/USDA]
Tem crescido vertiginosamente o número de pesquisas científicas envolvendo o consumo excessivo de carnes, sobretudo carnes vermelhas.
Nesses estudos, tem sido consenso entre os pesquisadores que comer carne todos os dias é demais, que nosso corpo não precisa de tanta proteína e que, de forma mais incisiva, esse excesso de consumo de carne pode na verdade fazer mal à saúde.
Mas quais males pode causar comer carne todos os dias?
Esta foi a pergunta que se propôs responder uma equipe liderada pela Dra Alicja Wolk, do Instituto de Medicina Ambiental da Suécia.
Para encontrar as respostas, a equipe efetuou a chamada revisão sistemática, uma técnica de pesquisa que reúne todos os estudos científicos já publicados sobre o assunto e os coloca sob um mesmo crivo metodológico, descartando aqueles que não são significativos ou apresentam algum outro tipo de deficiência que impeça a comparação dos seus dados.
Veja alguns dos principais resultados da consolidação dos estudos científicos feitos até agora sobre o consumo de carne.
O consumo médio de 100 gramas de carne vermelha não processada (não industrializada) por dia mostrou-se associado com as seguintes elevações de risco à saúde:
  • 19% para câncer da próstata avançado
  • 17% para câncer colorretal
  • 15% para mortalidade cardiovascular
  • 11% para AVC e câncer de mama
O consumo médio de 50 gramas de carne vermelha processada (industrializada) por dia mostrou-se associado com as seguintes elevações de risco à saúde:
  • 32% para diabetes
  • 24% para mortalidade cardiovascular
  • 19% para câncer de pâncreas
  • 18% para câncer colorretal
  • 13% para acidente vascular cerebral
  • 9% para câncer de mama
  • 8% para a mortalidade por câncer
  • 4% para o câncer de próstata de qualquer tipo
Desta forma, não é à toa que alguns países já inseriram em seus programas de saúde pública novas orientações dietéticas que recomendam limitar o consumo de carne vermelha, seja natural, seja industrializada.
Os resultados desta meta-análise foram publicados pela revista médicaJournal of Internal Medicine (10.1111/joim.12543).
Fonte: Diário da Saúde
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Com seus comentários, você ajuda a construir esse ambiente. Sempre que opinar sobre as postagens, procure respeitar a opinião do outro.

Muito obrigado por participar de nosso Blog!

Abraços!

Visitantes no Globo

On line

Total de visualizações

Arquivo do blog

Mais visualizadas do mês

Seguidores