>
Olá, seja muito bem-vindo a esse ambiente! Espero que ele possa atender suas expectativas!

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Novas imagens de Saturno revelaram existência de milhões de 'miniluas'

NASA/JPL-CALTECH/SPACE SCIENCE INSTITUTE
Imagens inéditas enviadas pela sonda Cassini, da Nasa revelam que os anéis de Saturno hospedam milhões de miniluas.

As espetaculares imagens capturam a maior riqueza de detalhes até então vista do planeta. Elas revelam que nos anéis de Saturno existem estruturas brilhantes chamadas hélices, que são formadas por miniluas aglomeradas pelo efeito da gravidade.

"Estou surpresa com a melhora dos detalhes desta nova coleção (de imagens)", destacou Carolyn Porco, cientista planetária que lidera a equipe de estudo das imagens da sonda.

Saturno é o sexto planeta a partir do Sol e o segundo maior do Sistema Solar, depois de Júpiter.


NASA/JPL-CALTECH/SPACE SCIENCE INSTITUTE
Níveis de detalhes como este foram capturados pela primeira vez.

Cassini capturou as imagens no dia 18 de dezembro a uma distância de 54 mil quilômetros dos anéis, que são também formados por gelo, poeira e rochas de vários tamanhos.

Seu estudo é importante para a astronomia e a astrofísica porque nos ajuda a entender como os sistemas cósmicos se organizam em forma de disco.

A sonda tem orbitado em diferentes partes dos anéis de Saturno e permanecido em cada área por uma semana. Essa atividade, que está na penúltima fase, se repetirá ao todo 20 vezes.


NASA/JPL-CALTECH/SPACE SCIENCE INSTITUTE
Imagem mostra anel A, à esquerda, e uma 'onda de densidade' - um acúmulo de material que se formou a partir da tração das luas Janus e Epimetheus.
 
No final de abril, a sonda iniciará a missão "Grand Finale", como diz a Nasa, na qual se deslocará repetidamente entre os anéis e a superfície do planeta.

Cassini coleta imagens dos anéis de Saturno há 13 anos. A missão terá fim em setembro, quando a nave espacial irá submergir na atmosfera do planeta gasoso até ser queimada como um meteoro devido à frição com o ar.

Lançada ao espaço em 1997, a sonda chegou ao sistema de Saturno em 2004.


NASA/JPL-CALTECH/SPACE SCIENCE INSTITUTE
A sonda envia imagens de Saturno há 13 anos e termina em setembro próximo.
 
Desde então, a sonda fez várias descobertas sobre Saturno, como a de um oceano submerso no pólo sul de uma de suas luas, a Enceladus. Há ainda indícios que nesse oceano teria atividade hidrotermal, ou seja, jatos d'água emergindo da superfície. Além disso, revelou mares de metano líquido em sua outra lua, Titã.
 
Fonte: Ciência e Saúde - Uol
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Com seus comentários, você ajuda a construir esse ambiente. Sempre que opinar sobre as postagens, procure respeitar a opinião do outro.

Muito obrigado por participar de nosso Blog!

Abraços!

Visitantes no Globo

On line

Total de visualizações

Arquivo do blog

Mais visualizadas do mês

Seguidores