>
Olá, seja muito bem-vindo a esse ambiente! Espero que ele possa atender suas expectativas!

sexta-feira, 27 de outubro de 2017

Homem com câncer de mama? O que todos devem saber


"Mesmo que eles ignorem, provavelmente é mais visível - essa é a vantagem que os homens têm." Imagem: Umich/Divulgação
Câncer de mama masculino
Embora muito mais raro do que nas mulheres, o câncer de mama também pode surgir nos homens.
E isto é especialmente problemático porque, se os sintomas surgem, os homens podem ser mais lentos ou mais relutantes em buscar cuidados do que as mulheres.
"Os homens não pensam que possa ser câncer de mama; eles pensam que é outra coisa. Como com qualquer câncer, a chance de se espalhar é alta se você espera," alerta Annette Schork, pesquisadora da Universidade de Michigan (EUA).
Dadas as peculiaridades do câncer de mama masculino, Schork e sua equipe relacionaram 5 fatos importantes aos quais os homens devem atentar para não serem pegos de surpresa.
É mais fácil para os homens detectar o câncer de mama
Os homens geralmente têm menos tecido mamário, de modo que um nódulo pode ser mais evidente em comparação com o que pode ser encontrado durante o autoexame ou a mamografia de uma mulher.
"Mesmo que eles ignorem, provavelmente é mais visível - essa é a vantagem que os homens têm," diz a pesquisadora Kim Zapor, acrescentando que um nódulo pode aparecer ao redor do mamilo ou das axilas. A pele também pode se enrugar ou retrair nesses pontos.
A história da família desempenha papel importante
Assim como nas mulheres, ter parentes de primeiro grau, como um irmão ou um pai afetado pelo câncer de mama - particularmente outro homem - aumenta o risco do câncer de mama masculino. Da mesma forma, a presença dos genes BRCA1 e BRCA2 parecem estar ligados ao câncer de mama em ambos os sexos.
A idade e a saúde pessoal contam
Como também é o caso das mulheres, um homem é mais propenso a desenvolver câncer de mama à medida que envelhece - em torno dos 68 anos para cima, de acordo com a Sociedade Norte-Americana do Câncer. Os fatores universais de risco incluem o excesso de peso, doença hepática e certos tratamentos contra o câncer de próstata. "Qualquer coisa que esteja alterando os níveis de hormônio e produzindo mais estrogênio no corpo", diz Zapor.
Diagnóstico e tratamento são os mesmos para homens e mulheres
Após a descoberta inicial do tumor em um paciente do sexo masculino, os médicos realizarão uma mamografia ou exame de ultra-som e, em seguida, farão a biópsia do seu tecido.
"Depende do estágio, mas os homens são tratados da mesma maneira," ressalta Zapor. Isso pode incluir cirurgia (a mastectomia é a mais típica), seguida, se necessário, por quimioterapia e/ou radioterapia.
Consciência e vigilância são fundamentais
Com conhecimento sobre seus fatores de risco e com atenção a eventuais nódulos, é importante visitar um médico ao primeiro sinal de preocupação, recomenda Schork.

Matéria colhida na íntegra em: Diário da Saúde
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Com seus comentários, você ajuda a construir esse ambiente. Sempre que opinar sobre as postagens, procure respeitar a opinião do outro.

Muito obrigado por participar de nosso Blog!

Abraços!

Visitantes no Globo

On line

Total de visualizações

Arquivo do blog

Mais visualizadas do mês

Seguidores