>
Olá, seja muito bem-vindo a esse ambiente! Espero que ele possa atender suas expectativas!

terça-feira, 3 de outubro de 2017

Um foguete para o espaço... e para a Terra


O foguetão poderá levar cargas grandes ao espaço, como as que os ônibus espaciais levavam. Imagem: SpaceX
Viajar de foguete
Em um futuro próximo, poderemos voar de foguete de uma cidade para outra em questão de minutos - ao menos, essa é promessa que o empresário Elon Musk, dono da SpaceX, fez durante sua palestra no Congresso Internacional de Astronáutica, na Austrália.
Voando a até 27 mil km/h, qualquer trajeto de um ponto a outro da Terra seria feito em menos de 1h. Uma viagem entre Londres e Nova Iorque levaria apenas 29 minutos, em vez das 7h30 a 8h atuais.
Isso deverá ser possível com o foguete BFR, que Musk diz estar sendo alvo de todos os esforços de sua empresa.
Ele aproveitou para atualizar seus planos de ir a Marte - de uma previsão inicial de ir ao Planeta Vermelho em 2018, a proposta agora é começar a fazer viagens a Marte em 2024.
O serviço de lançamento de satélites também pode baratear, já que o BFR será totalmente reutilizável. Imagem: SpaceX
Foguete de múltiplos usos
O BFR ainda é um foguete enorme, mas suas dimensões agora já são menores do que Musk havia antecipado antes: 106 metros de altura e 9 metros de diâmetro, podendo erguer até 150 toneladas - antes eram 300. A principal diferença com a versão original está no custo, disse Musk: "Acredito que descobrimos uma forma de custeá-lo. Isso é muito importante".
A forma de fazer isso, explicou o empresário, será concentrando todos os esforços da empresa em criar uma única solução de transporte para atender a todas as necessidades dos consumidores.
Isso significa que o BFR será empregado tanto para lançar satélites e prover serviços para a estação espacial - substituindo as atuais cápsulas Falcon 9 e Dragon - como para levar astronautas à Lua e a Marte, além de realizar o que Musk chamou de viagens "ponto a ponto" na Terra.
O estágio superior do BFR tem espaço para 40 cabines, cada uma das quais pode levar de 5 a 6 pessoas.
"A maioria das viagens hoje consideradas de longa distância poderiam ser completadas em menos de meia hora," disse ele à plateia em Adelaide. "Alguns consumidores são conservadores e querem ver o BFR voar algumas vezes antes de se sentirem confortáveis para viajar (com ele). Então, nosso plano é construí-lo antecipadamente e ter veículos Falcon 9 e Dragon de reserva para que consumidores possam ficar à vontade para usar foguetes e espaçonaves antigos. Mas nossos recursos estarão voltados para construir o BFR."
Um dos grandes objetivos da SpaceX é chegar à Lua e a Marte. Imagem: SpaceX
Reutilização
Ainda que suas promessas levem bem mais tempo para se tornarem realidade do que ele costuma anunciar inicialmente, a SpaceX conseguiu feitos pioneiros, como pousar foguetes orbitais 16 vezes seguidas após eles concluírem suas missões no espaço - dois deles foram usados uma segunda vez.
Um elemento-chave de sua visão é o conceito de reutilização. Atividades espaciais são atualmente caras porque os itens empregados são descartáveis. Mas não há razão, argumenta Musk, para um sistema de foguete não possa ser feito para ser operado como um avião de passageiros, no qual o maior custo é o combustível.
O atual foguete Falcon 9 pode ser usado de novo parcialmente - só o seu primeiro estágio pousa de volta e é reutilizado. O BFR seria totalmente reutilizável, podendo voar diversas vezes.
Matéria colhida na íntegra em: Inovação Tecnológica
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Com seus comentários, você ajuda a construir esse ambiente. Sempre que opinar sobre as postagens, procure respeitar a opinião do outro.

Muito obrigado por participar de nosso Blog!

Abraços!

Visitantes no Globo

On line

Total de visualizações

Arquivo do blog

Mais visualizadas do mês

Seguidores