>
Olá, seja muito bem-vindo a esse ambiente! Espero que ele possa atender suas expectativas!

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

Ceará é destaque no evento científico Stem TechCamp Brasil, em São Paulo

Imagem: SEDUC. Divulgação

A educação do estado do Ceará teve lugar de honra no evento científico Stem TechCamp Brasil, realizado pela Embaixada Americana, em parceria com a Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli USP), naquele estado. A conferência, que aconteceu entre os dias 19 e 23 de fevereiro, possibilitou momentos de formação, debates, mesas redondas, construção de documentos e apresentações de trabalhos. O Ceará foi representado pelo assessor técnico da Gestão Pedagógica da Secretaria da Educação (Seduc), Daniel Rocha, e pelo professor Fernando Nunes, da Escola Estadual de Educação Profissional (EEEP) Júlio França, do município de Bela Cruz.

A Stem TechCamp aborda práticas ativas de ciência, tecnologia, engenharia e matemática para a melhoria do ensino e da aprendizagem. O destaque da educação cearense no evento foi motivado pelo investimento do governo estadual, por meio da Seduc, em iniciativas ligadas a esta área. Um dos pontos fortes é o Ceará Científico, ação realizada em três etapas (escolar, regional e estadual), que estimula a produção de pesquisa entre os alunos de toda a rede estadual.

Outro ponto importante é o financiamento, por parte da Secretaria, de estudantes e professores, para que participem de eventos científicos nacionais e internacionais. "Isso induz toda a rede a produzir conhecimento", avalia Daniel Rocha.

O desenvolvimento de pesquisa de forma curricular, por meio do Núcleo de Trabalho, Pesquisa e Práticas Sociais (NTPPS) também é um diferencial cearense, que serve de modelo nacionalmente, assim como as disciplinas eletivas, trabalhadas em escolas de tempo integral, que desenvolvem práticas associadas à Stem TechCamp.

O portal edu.cientifica.seduc.ce.gov.br também mereceu louvor na Stem TechCamp, por ser um canal de acesso a uma vasta gama de materiais, que sistematizam toda a política em educação científica do estado, como lembra Daniel. "Lá estão armazenados vídeos e resumos de trabalhos. Além disso, é o meio por onde os estudantes podem estudar, ser avaliados e certificados, tendo à disposição uma biblioteca sobre tudo o que acontece em assuntos científicos, artísticos e culturais no estado. Nacionalmente, não existe nada parecido", explica.

Fonte: Assessoria de Comunicação da SEDUC
Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

Com seus comentários, você ajuda a construir esse ambiente. Sempre que opinar sobre as postagens, procure respeitar a opinião do outro.

Muito obrigado por participar de nosso Blog!

Abraços!

Visitantes no Globo

On line

Total de visualizações

Arquivo do blog

Mais visualizadas do mês

Seguidores