>
Olá, seja muito bem-vindo a esse ambiente! Espero que ele possa atender suas expectativas!

quarta-feira, 26 de dezembro de 2018

Comer um ovo antes de beber evita ressaca

Imagem: JULTUD / SHUTTERSTOCK

Fortes dores de cabeça, enjoo, boca seca, enfim, se você exagera na dose, sempre se arrepende dos sintomas comuns da ressaca no dia seguinte e quer evitar o problema, aposte no ovo.

Comer ovo ajuda a combater a ressaca

Em entrevista ao site Uol, nutricionista Alline Cristina Schuncke ensina que comer um ovo antes e um depois do consumo excessivo de álcool pode ajudar a combater a ressaca, uma vez que o alimento possui uma proteína específica que trabalha para “curar” o processo de intoxicação, comum na ingestão exagerada de bebidas alcoólicas.

De acordo com a especialista, um ovo frito antes da bebedeira prepara o corpo para receber as doses extras, evitando assim a ressaca. A gordura presente no prato demora para ser digerida e reduz também a absorção do álcool.

Mas se você se esqueceu da dica antes do happy hour e, no dia seguinte, sente os efeitos da ressaca, aposte no ovo cozido e evite alimentos gordurosos. Por causa da presença de um aminoácido chamado cisteína, o ovo atua no processo de desintoxicação do fígado.

Matéria colhida na íntegra em Vix.com
Compartilhar:

quarta-feira, 5 de dezembro de 2018

Se você passou a gostar de azeitonas é sinal de que ficou velho


Imagem: VÍA SHUTTERSTOCK
Talvez na infância você não gostasse de azeitonas ou chocolate amargo, mas agora gosta. Talvez você já não consiga pensar em um fim de semana sem tomar uma cerveja ... Mas lamentamos informar que todos esses são sinais de que você está envelhecendo.

Um estudo publicado na revista Physiology & Behavior revelou que é normal que as crianças gostem de sabores doces e não gostem dos sabores amargos. O gosto vai se modificando ao longo de nossas vidas por causa da biologia.

"Várias linhas de pesquisa indicam que o gosto pelo gosto doce é inato. Antes de nascer, a capacidade de detectar sabores doces funciona e interage com sistemas que controlam o afeto e a sucção; Assim, os recém-nascidos são capazes de detectar os alimentos que precisam para sobreviver: o leite materno ”, explica o texto.

A capacidade de detectar doçura não só serve para escolher a comida de melhor qualidade, mas também funciona como um analgésico para crianças. Comer alimentos doces torna as crianças até os 11 anos mais tolerantes à dor.

A capacidade de detectar doçura diminui com o tempo. Quando se chega a adolescência, isso muda para nunca mais voltar. Por isso, talvez você não ame tanto os doces e agora você aprecia uma boa cerveja ou um bom vinho.
De qualquer maneira, os sabores amargos não ocupam a maioria dos nossos alimentos porque, desde nossa biologia, associamos sabores amargos à veneno, sabia?

Matéria colhida na íntegra em Vix


Compartilhar:
←  Anterior Proxima  → Página inicial

Visitantes no Globo

On line

Total de visualizações

Arquivo do blog

Mais visualizadas do mês

Seguidores